Mensagens

A mostrar mensagens de 2016

A Dieta - 5 - A Pesagem

IMC - 26,33
Sobrepeso
Não me posso pesar todos os dias. Diz que torna a malta ansiosa e acho que a ansiedade engorda. Posso-me pesar amanhã, mas não posso ficar ansioso até lá. A desinformação é brutal.Primeiramente o senso comum. "Este alimento hoje faz bem, amanhã já não presta. Saiu um estudo assim que rebate o estudo assado. Lobby disto contra fundamentalistas daquilo."  Depois as grandes nuvens de palavras. "Ambientalistas, celíacos, vegans, soulfood, sustentável, light, origem controlada, pegada ecológica, exploração intensiva, transgénicos, agricultura biológica, pesticidas, conservantes, etc"
É impossível acompanhar esta gente. É que nada disto me faz sentido. Como é que eu vou perder 10kg?  (À Xutos!)
A minha formula é muito simples.
| Comer metade + mexer o dobro = ficar mais magro |
- E como é que isso está a correr?
Mais ou menos. Jé me sinto um pouco menos, mas Setembro tem festas a mais. Há concertos por todo, ideias e magníficos dias de sol... Pior... Sofro de FOM…

A Dieta - 4 - O casamento

Não se iludam.
Fazer dieta pode ser difícil e requere disciplina. Parece que há sempre alguma coisa que interfere no plano.
Por exemplo.

No próximo sábado um dos meus melhores amigos vai-se casar com uma miúda de Odivelas.
Como um mal nunca vem só... Ainda falta fazer a despida de solteiro.
- Esperamos que não seja em Odivelas.

Vivem em pecado há algum tempo e ocasionalmente existe coito. Para os que ainda têm dúvidas, nenhum dos dois casará virgem.
Antes pelo contrário.
Conheceram-se  há alguns anos na clandestinidade. Como tradicionalmente se impinge, com uma grande paixão nasce um grande amor. E não demorou muito até que arranjassem um ninho comum. Decidiram partilhar casa em Benfica e como todas as pessoas que lá vivem, insistem em afirmar que "estão perto de tudo".
- A isto chama-se justificar o injustificável.
Ora o teu tudo pode ser o meu nada, mas o "vice" não versa. O "vice" está caladinho e não faz quadras porque está demasiado ocupado, a arran…

A Dieta - 3 - A Gorda tesuda

IMC - 26,33

Sobrepeso


Gordinho...
Devo ser um leitão... Para estar gordinho.

A balança lá me explica.
- Menos 10kg... e estavas no ponto.

Magro. Não parecia um chouriço vestido. Parece que agora tudo é melhor em magro. Diz que sim. Porque se for gordo vou passar a vida a fazer piadas foleiras sobre a minha condição. Criarei uma máscara de alegria e boa disposição para me integrar socialmente com maior facilidade. Para fazer amigos não gordos. Para comer às escondidas. Tudo para diluir a dor e a depressão. Porque os gordos sofrem imenso quando as pessoas os rejeitam. Porque a auto-estima de um gordo é magra. Ou anorética. Porque a comida é um refugio e provalvelmente vou tentar comer o meu próprio abrigo. O que não faz muito sentido. Tal como generalizarmos perfis psicológicos, pessoas, doenças, ou perpetuarmos lugares comuns.

Foda-se.
Poupem-me.

Eu não tenho nenhum problema com o facto de estar gordinho. Isso é estúpido. Apenas quero viver mais tempo e ter cabide para uma roupa catit…

A Dieta - 2 - As mamas da fadista

IMC - 26,33

Sobrepeso

"Você é demasiado giro para mim", disse-me a cinquentona pesada e risonha, enquanto se ajeita no meu antigo lugar.
"De facto sou" pensei.
Mas apenas lhe sorri, com a certeza de que o meu cavalheirismo nada está associado a vulgares ímpetos carnais.
Senti-me bem.

Dei um gole e ajeitei a camisa. Está um calor desgraçado. Está a relampejar desde as cinco da tarde. O primeiro concerto foi um hino à mediocridade e em seguida temos fado. Cantam as mamas da fadista. Canta nada. Canta pouco, a lambisgóia.

Ao longe reconheço a minha colega do liceu e, num impulso disparo em sua perseguição.
"Ohhh há quanto tempo... Estás aqui... Que andas a fazer? Já não te via há tantos anos. Como é que estás."

(Confesso que me engasgo sempre quando reencontro essa malta. Nunca sei o que esperar. Há gente de quem desapareci... tempo demais.)

Mas ela está bem. Como sempre esteve.
A idade não nos roubou muito. Estamos quase iguais. Como novos. Ainda a dar cart…

A Dieta - 1 - Abotoar é um verbo sério

IMC - 26,33

Sobrepeso


Vou dizer-te toda a verdade.

Se um dia fores alguém, acordarás feliz e dorido.
Mas mesmo todo partido.
Queixar-te-ás sorrindo, enquanto a luz te compõe, como num anúncio.
Imagina.
Um belo dia de sol, cheio de coisas boas para viver, com tudo o que te apetece fazer.
Sem pressas nem chatices.

É esse o dia. Se um dia fores alguém.

E é nesse dia, que te vais aprumar empertigadamente, como o alguém que és.
Vais ter o impecável cuidado, de estar impecavelmente preparado, para o resto da tua vida.
E vais usar camisa.
A tua melhor camisa. A que te é mais precisa.
Como um homem.

Farás combinação.
Porque para a melhor camisa... o melhor par de calças. Aquelas que não são falsas.

E é nesse dia que vais abotoar. E abotoar é um verbo sério. Porque precisas de duas mãos para abotoar. Não se abotoa assim sem mais nem menos. Tem que se ter jeito. Por vezes fazer força.
Podes até machucar um dedo.
E é nesse dia de compromisso que o descobrirás. Toda a verdade, se um dia chega…