Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2011

Viriato was a punkrocker - (Amor Terror na Vox Trooper Tour - 4 - Viseu)

Imagem
4 - Viseu - 800km

Foi o dia de todas as voltas. De todas as voltas e de todas as voltinhas.
Logo no rent-a-car um atraso daqueles.
Há gente que não gosta mesmo de trabalhar ao Sábado de manhã. Acha que se fizer as coisas devagar, tudo vai custar menos. É mentira.
A incompetência enerva e não é pouco.
O que vale é que o dia de sol aconchegou a atitude zen da rapaziada.
Feita a recolha dos efectivos, segue-se para Tentúgal. Sempre muito tranquilamente e cumprindo o código da estrada .
Chegados ao nosso destino, estivemos um pouco à conversa com o João Paulo da Quest Drums.
Esta marca de baterias é o mais recente apoio desta Vox Trooper Tour... e surpreende.
As baterias são lindas, modernas e têm um som enorme. Nós estamos a usar o modelo Q3.
Esta é a prova que podem existir instrumentos nacionais de qualidade, designed in Portugal.
A1, A25.
A noite já estava instalada há algumas horas quando chegamos ao Estudantino em Viseu. Fomos recebidos com simpatia. Os testes de som correra…

A minha musica é melhor que a tua (Thrice - Promises - live @redbull studios)

Imagem

Rapidas considerações sobre o balanço dos balanços de balancé

Sim, balancé é uma palavra.

As pessoas devem-se lavar por baixo todos os dias. Mesmo as que trabalham de noite.

Ser-se mítico não é para todos.

Os imbecis que odeiam, inventam e atacam cobardemente as pessoas que fazem alguma coisa, estão sempre sujeitos a levar uma data de chapada nas ventas.

Os putos não têm cena própria. Não tendo cena, não há arte. Muitos destes putos vão continuar encenados por terceiros. É com grande falta de sentido cénico que terão projectos de cenas, que não se sabe porque raio de cena, nunca dão em nada. No fim de acabar essa cena, ouvir-se-à a cena do costume. Eles estavam só à procura da cena deles.
É a cena de quem não é da cena.
Ah e... Fora de cena quem não é de cena.

Quando eu digo "És da arte como podias ser das touradas" não te estou a tentar desprestigiar. Sequer pretendo ridicularizar as touradas.
Significa que ambas as imbecilidades se ridicularizem as elas mesmas.
Eu não tenho nada a haver com isso.

Os Pseudos estão vivos e recomendam-se.
Os Ps…

São Martinho x3 (Amor Terror na Vox Trooper Tour - 3 - Aveiras de Cima, Benavente e Arrouquelas)

Imagem
Eu já esperava que este fosse o São Martinho mais ocupado de sempre.
Para mim começou na 5ª feira e só parou no Domingo à noite. Uma entrevista, um concerto, um showcase e duas sessões de estúdio.
Para quê mentir. Adoro esta agitação.


Parte I - Aveiras de Cima - 32km percorridos
Fazer uma tournée não passa apenas por andar de um lado para o outro a tocar. Há-que promover, divulgar, publicitar. É fundamental mostrar e dar a conhecer, a ideia, o conceito, as bandas, os patrocinadores e tudo o que envolve uma digressão deste género.
Nos estúdios de Aveiras de Cima, da Radio Voz do Conselho e emitindo conjuntamente para a antena da Radio Alenquer, estivemos uma hora à conversa no "Espaço Kota", com o nosso amigo Bruno Neves. Foi tão bom que passou a correr.
Resta-nos agradecer o convite a simpatia e a disponibilidade. Fomos muito bem recebidos e não esqueceremos da cortesia.


Parte II - Benavente - 102 km percorridos
Apesar de apresentar um espaço com todas as condições para re…

Se eu fosse comum estaria no teu lugar

Tanta tempestade e chuva... parece que vivo num filme do Senhor dos Anéis.
Terrível dimensão. Cansa-me, farta-me e agonia-me. Sou mil vezes pior à chuva.
Sou escuro e eu não gosto de ser escuro.
Não existe nada que me convença da magia da chuva, do seu som embarrilante, do canto da ventania.
Não cobiço o quentinho, o forninho, a lareirazinha ou mantinhas, pijaminhas e aconchegados momentos similares.
Quando o prazer tem origem no desconforto soa-me a lugar comum.

Se eu fosse comum estaria no teu lugar.

Aos de fora... Nem lhes acenar com sol posso. Tão poucos temas de vantagem, tão pouca sorte amarrotada.
Já só nos resta a beleza física. A saudável, desejada forma, que só o astro maior nos dá.
Aos de fora, habituados à chuva e a tudo o que doí, resta-me entender a vossa amargura por tanto cinzento.
Resta-me a infelicidade de ser como os demais e caminhar vazio sem sol.

Agressão
Inveja
Ciume
Tanta tempestade e tanta chuva... parece que tudo me arde dentro.
A agua queima, a vida teima e os teimos…

Rock na retrosaria (Amor Terror na Vox Trooper Tour - 2 - Montijo)

Imagem
2 - Montijo - 200km percorridos
A data de Sábado passado foi muito boa. Muito fixe.
Arrancamos debaixo de sol e em amena conversa acompanhados pela senhora do TomTom.
(Eu acho que ela engana-se vezes demais nas distancias.)
Atravessando a Vasco da Gama em direcção ao Sul, são poucos minutos até chegarmos ao centro do Montijo.
Muito giro.
Adorei o coreto e a arquitectura das ruas circundantes. Pena o numero de prédios abandonados.
O concerto foi num bar chamado Timilia das Meias. É um projecto recente, que transformou uma retrosaria numa das salas mais interessantes do sul do país. O ambiente é fenomenal. O espaço é acolhedor, bem decorado. Aconselho.
Fomos muito bem recebidos. A equipa é composta por boa gente, sempre disponível e com um sorriso na cara. Muito obrigado por tudo e um abraço ao Rui.
Pouco passava da meia noite e meia quando subimos ao palco. O publico esteve excelente.
Foi muito bom ver tanta gente conhecida. Alguns fizeram mais de uma centena de quilómetros. Deu p…

The real life Simpsons

Imagem

Adoro Ideias - WHERE GOOD IDEAS COME FROM by Steven Johnson

Imagem

A instalar a actualização (Amor Terror na Vox Trooper Tour - 1 - Gloria do Ribatejo)

Imagem
Odeio o Windows e as suas actualizações.
Acredito num mundo melhor.


A minha banda - Amor Terror - está a fazer a sua primeira tournée. Achei interessante ir publicando neste blogue o que se vai passando nos dias de concerto. Mostrar um pouco do backstage, e da vida uma banda da nossa dimensão em Portugal.


Espero que gostem

1 - Gloria do Ribatejo - 72km percorridos
Óculos de sol, vidros abertos e backline nas viaturas. Arrancamos sem pressa e cumprindo o codigo da estrada como poucos. Paramos na bomba de gasolina para o roubo do costume. O dia de sol está a pedir aventura e iniciamos com todo-o-terreno. Entre o Cartaxo a Valada a estrada está uma vergonha.


Pare, escute e olhe e pare novamente no semáforo da ponte Rainha Dona Amélia - A atravessar o Tejo desde 1904.
Podem desligar o carro. Preparem-se para esperar, Estivemos lá tanto tempo que deu para iniciar uma discussão sobre como se chamam os habitantes da Glória do Ribatejo.
Glórios? Gloriosos? Glorienses?
Nada disso. Glorianos…

Do trovejar às pilas na cabeça, vão milésimos de segundo

Imagem
Está a trovejar.
Ora, quando trovejante lembro-me sempre de coisas tristes.
Como o casamento.
A desgraça começa bem antes da piroseira da cerimónia.
Começa na despedida de solteira da noiva.
Começa com uma pila de borracha na cabeça.

Talvez seja conservador, mas também escusam de parecer tão pouco virgens.