Mensagens

A mostrar mensagens de Junho, 2011

O Encontro - parte III

Claro que continua.
- Eu não acredito!
Exclama a Joana baixinho, enquanto tapa a boca.
- Ele está mesmo a fazer-se a ela... E ela gosta. Com o marido ao lado.
Um prato estilhaça-se no fundo da sal. Alguém se apressa a varrer os cacos.
Ela é linda.
É giro olhar para ela e ver aquela excitação infantil, de quem acaba de descobrir um segredo.
- Achas que a madama tem um caso com o Sandro? - Insiste a Joana divertida.
Não me agrada o facto de ele ter memorizado o nome do empregado de mesa.
E ela a dar-lhe.
- Será que ela é daquelas predadoras que persegue homens mais novos?
Olho na direcção da mesa ao lado e o miudo está quieto. Ar de tédio, de olhos enfiados na mesa, retorcendo lentamente a ponta da toalha.
Uma voz funda e grossa interrompe o quadro.
- Até aqui Fernanda? - Pergunta o senhor bem posto calmamente.
A senhora do cabelo pintado dirige o olhar para o inquisidor com desprezo.
Poucos segundos.
Muito fortes.
Mas pouco segundos, e volta ao seu prato colorido.
Que tensão. Consigo sentir daqui.
À mi…

O Encontro - parte II

Um bom romance tem sempre de meter algum crime.
Eu não conto. Prometo que não conto.
De rua em rua até chegar ao restaurante. Fino. Ele merece. Fino é como quem diz. É daqueles onde os novos ricos vão passear a pré-falência. Eles continuam afogados em empréstimos.
Ela sorri e comenta contente.
- Já tinha ouvida falar deste sitio.
À direita está um rapaz. Ele não veste como os empregados de mesa.
- Faça favor. A vossa mesa é já ali.
Vamos nos sentar e respirar fundo. Vamos voltar a acalmar , descontrair e comentar o aspecto dos pratos nas mesas ao lado. Vamos olhar para o menu e brincar com o nome dos pratos. Vamos discutir o vinho para acabar num "escolhe tu" simultâneo.
Risos
- A sério. Escolhe tu. Eu não percebo nada de vinhos - confessa ela enquanto ajeita o cabelo longo.
Eu também não. Eu estou aflito com os talheres. Repito mentalmente, de fora para dentro, de fora para dentro. O vestido é preto. De fora para dentro e eu não posso saltar nenhum prato... senão engano-me.
Abro as…

O Encontro - I

Eu não estou à espera.
Vou esperando.
Eu estou sempre à espera. Como num filme.
Reflexo no retrovisor, um cigarro que acaba e mão procura uma nova estação de radio.
Merda para isto. São todas iguais.
No telemóvel escrevo: Estou no carro.Mesmo em frente ao teu prédio.
"Saio já."
Diferentes noções de "já". Acontece bastante.
Mais vale desistir do rádio. Fico com a poluição sonora. Vigilante e atento à porta que me deixa tão ansioso.
O prédio deixou de ser novo há pouco tempo. Talvez por ser uma rua muito movimentada. É uma zona de escritórios, bancos e restaurantes pequenos. Aqui há pouco tempo e tudo envelhece depressa.
O edifício é alto e parece bem cuidado.
Movimento. Pela porta principal sai uma velhota armada com um saco de plástico numa mão e a trela da fera na outra. É uma cadela pequenina. Parece portar-se bem. Não puxa. Parece passear a dona que já anda com dificuldade.
Nem sempre foi assim.
Olho para o relógio.
Preciso de comprar um relógio mais adulto. …

Linhas sobre miudas que pensam que são gordas mas não são

Imagem
As miúdas, a gordura, a imagem. Tanto já se escreveu sobre isso.

Podemos por a culpa nas feiosas caixa de óculos, que escrevem em revistas femininas e minam a cabeça toda às raparigas. Nos executivos da televisão que babam com os implantes das suas vedetas suburbanas. Nos gays que gostam mais de figura e de mascararem que de pila.
Se eu fosse gay seria por gostar de pila e não para me mascarar. Para isso existe o Carnaval e por algum motivo só dura 3 dias.
Adiante.
Ponham o dedo no ar se já ouviram uma miúda linda dizer "ai eu sou tão gordinha!"
Não vale por mesmo o dedo no ar.
Fica ridículo estar de dedo esticado em frente a um ecrã de um computador. Tenham juízo.
"Estou tão rechonchuda!", "Não gosto do meu corpo!", "As minhas ancas são enormes!", "Este ano nem me dispo na praia!", Etc...
E agora diz a malta que ainda está de braço no ar feito urso.
- Ah, mas isso, elas querem é chamar a atenção. Isso é só para a gente dizer o contrario. Qu…

Deixa estar as coisas do cão no mesmo sitio, se faz favor!

Tenho uns telefonemas para fazer, mas como cá no burgo as horas de almoço são extensas, aguardo pacientemente... Afinal quem pedincha sou eu...

Tenho a casa num autentico pandemónio. Eu que nem tenho estado em casa.
São coisas da minha mãe.
Ela tem esta doença. Tem porque tem que desarrumar todos os sítios onde passa. Pior. Eu gostava de saber quem é quem foi a besta que lhe deu o compressor. Até a pintura da casa sofreu com o brinquedo.
"Fica para cair para a festa."
Eu saber sei.
Foi aquele trolha que faz as obras ao meu tio. Gajo engraçado, cheio de piadas. O único bacano das obras que vai trabalhar vestido por Hugo Boss. Se pensam que a família do Cristiano tem a mania das grandezas, deviam ver a minha. Até os trolhas são finos.

Apesar de tentar, investigando online, não consegui chegar ao nome cientifico deste comportamento desviante. Existem os maníacos compulsivos que procuram simetrias e ter tudo arrepiantemente arrumado, e existo o contrário. A minha mãe é o contrário.

P…

Rápidas considerações sobre um fim-de-semana prolongado

Rápidas considerações sobre um fim-de-semana prolongado

Estas frases não foram escritas num bloco de notas caro e presunçoso à venda numa loja francesa.

- Um amigo colocou-me esta questão e eu ainda não cheguei a nenhuma conclusão digna. "Porque é que os putos de hoje em dias têm todos vento por trás?"

- Depois de um breve paragem num café de província fiquei a saber que "os comunistas roubaram o dinheiro todo" e que "uma equipa de futebol tem de ser como um grupo de cães de caça".

- Na Feira de Agricultura de Santarém, o gado anda todo à solta.

- Frases como "tens mais cornos que uma panela de caracóis" podem ser grandes piadas se forem utilizadas no publico certo.

- Ainda no Ribatejo. Eu gostava de conhecer o campino de meia idade que fez um sprint de 80 metros atrás do touro em menos de 15 segundos. Fenomenal. Tudo de pau na mão, barrete colete e sapatinho fatela. Campinismo - Respect.

- Parem de me convidar para festivais de Reggae. Não gosto de Re…

A minha musica é melhor que a tua - The Dear Hunter "We've Got A Score To Settle" Live

Imagem
GENIAL... como sempre

The opposite

Há dias publiquei no mural da minha página de facebook a seguinte frase:
"Estou a escolher a vida sexual de alguém... para dissecar no blogue. sim podes ser tu..."

Pop, pop, pop, pop, pop.

Uma série de gente muito interessada, tentava saber qual a próxima aventura. “Pelo menos uma pequena sinopse. Diz-me ao menos sobre quem é. Peço-te.”
Confirmo. Os meus amigos são as maiores quadrilheiras da história. Autenticas velhas regateiras.
Quem interessa isso? Olha que se apenas me inspirasse em casos pontuais, muitas vezes não tinha o que escrever.
Mas houve quem sugerisse:
- Porque é que não escreves sobre a tua vida sexual?
Porque não? Pensei.
Qual é o mal? Se há coisa que tenho bem resolvida na minha vida é esta. Haja qualquer coisa.
(E isto não é uma boca para os meninos que obrigam as namoradas a estimular-lhes o ânus com... coisas)
- Então achas que escreva sobre que parte? – Perguntei.
- Olha. Pelo principio. Como é que alguém pode ter uma vida sexual.
Eh lá.
Um tutorial? Um guia? De …