quarta-feira, março 05, 2008

Quando à espera

Já repararam nas pessoas que esperam. Não por uma coisa importante, tipo o resultado dos exames, as colocações dos professores, a declaração do Mister depois da derrota- esta não vale, pronto- Mas aqueles que esperam por coisa nenhuma. O empregado na sua pausa para o cigarro, o marido sentado nos banquinhos de centros comerciais, o maluquinho que saca "porno" da internet e está sempre a contar os bytes, a senhora que folheia aquelas revistas ultrapassadissimas que habitam nas salas de espera.
Essas pessoas, comuns, anónimas, cheias de tempo, esperam por nada. Todas da mesma maneira: Olhar vazio, cabeça movimentada, pernas cruzadas e o tique que desenvolveram ao longo dos anos de espera.
Esse tique é o que os difere!
O morder o lábio, o coçar a orelha, o ajeitar as mangas da blusa. Aqueles que imitam a boca dos peixinhos dentro do aquario, os que olham para as unhas, os que de olhos fechados entrelaçam os dedos irrequietos, os que sacodem a caspa.
Confesso os meus favoritos são os vigilantes de senhas. Especialistas em filas unicas. Muitos destes ex-combatentes, usaram o sistema antigo... a chamada selva. Habituados a controlar quem entra e quem sai pelo canto do olho, estes e estas operacionais têm o fundamental: Treino espartano e militar rigor.
- Mas eu estou de muletas...
- Tenho muita pena, mas se raparar, já esta no meu nº. A sra. é o 845, aquilo fez bip... e passou para o meu, o 846 como vê! Terá de ser mais rapida para a próxima!
É com base nesta atitude vencedora, que conseguem ganhar tempo para ver novelas, jogar às cartas no jardim, masturbação junto de escolas primárias, ou mesmo para "atacar" outra demoniaca fila.
E estes lutadores não se poupam a esforços. Chegam mesmo a influenciar e comentar, as inumeras pripécias de cada fila.
- Deu-lhe o lugar? Deixo-o passar à frente?
- Sabe é que ele tem uma arma, e está a assaltar isto.
- Froxa, bananão! Havia de ser comigo.

terça-feira, março 04, 2008

O que é ser rude?

Como qualquer conceito, ser rude, varia conforme o espaço temporal e fisico, idade, estratificações sociais, grau académico, enfim... todas esses critérios sociológicos e enfadonhos que enchem horas na Sic Noticias.
Rude é: adj. 2 gén. grosseiro; tosco; não polido; bruto; (fig)estupido; ignorante; malcriado; desajeitado; agreste; áspero; rigoroso; insuportável; violento; severo; rígido. (Do lat. Rude-, «id»).
Ou seja neste Blog(textos e fotografias) vai-se escrever rudemente, com rudeza e sobre pessoas e coisas rudes.
E diz o mais chato dos leitores:
- Mesmo assim não entendo o que é uma atitude rude. Quanto maior o nº de adjectivos mais abrangente fica a definição.
Rudemente falando será mais ou menos neste estilo. Uma pessoa masturbar-se para dentro de uma meia é "normal"... ou então para o bidé... mas se o recipiente for um alguidar, é uma atitude rude.
O mesmo se aplica ao facto de um petiz rapazote comum apalpar a mulher-a-dias, que acontece diàriamente, enquanto um rapaz rude tacteia a "snaita" de uma ovelha.
De uma maneira mais simples- Usar patilhas é rude.
Gostar de cavalos é rude.
Fazer comentários em voz alta, de olhos postos no taque central do oceanário, do género- Aquilo com umas batatinhas ficava mesmo bem- é rude.

Espero ter sido claro o suficiente.

Não se esqueçam da nossa maxima:
SÊ RUDE

A Dieta - 5 - A Pesagem

IMC - 26,33 Sobrepeso Não me posso pesar todos os dias. Diz que torna a malta ansiosa e acho que a ansiedade engorda. Posso-me pe...